Juliana_fev%2021_edited.jpg

Juliana Oliveira

     Produtora cultural, cantora, compositora. Juliana Oliveira é feirense, graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia desde 2000, pós-graduada em Produção Cultural - Cultura e Desenvolvimento pelo SENAC-SP (2016). Participou do curso de Capacitação para agentes culturais promovido pelo projeto Belgo Beckaert Arames Forma e Transforma em 2017. Trabalha com elaboração e execução de projetos culturais para participação em editais de patrocínio e premiação. Desde sempre, transita entre o Direito e a Cultura. 

    Juliana é co-idealizadora e produtora executiva da “Jam na Cuca”, projeto de música instrumental (Jam Sessions), e do Varal da Jam, projetos atualmente em pausa por consequência da pandemia pela COVID-19. Idealizadora e produtora do evento dançante para mães, o “Mamãe Balansoul” (2015). Co-gestora e uma das guardiãs da Casa Azul Arte Educação e Cidadania. Cantora e compositora, finalista do Festival Vozes da Terra em 2014 com a canção “Andarilho Ensolarado” que compôs com seu irmão Ailton Cardozo Junior e participante na edição de 2016 com a canção “Nas Oliveiras”, de sua autoria em parceria com o guitarrista Gilmar Araújo. Colaboradora do produtor musical Lerry, gravou voz na canção “Aos Pretos” (single 2018) e nas canções do grupo Roça Sound “Ajuste o Beat” e “Tsunami” (álbum Tabaréu Moderno - 2019).  Consultora da programação do projeto Jazz no Seriguela. Cantora do grupo Sertão Bossa Jazz. Ativista Cultural, como cidadã e artista também participa entusiasticamente das discussões e ações referentes à produção cultural local e políticas públicas para a cultura porque ama a arte e acredita na força da coletividade.

    No MUSA, Juliana interpreta “Aquele Frevo Axé” de Caetano Veloso e “Nas Oliveiras”, da própria cantora em parceria com Gilmar Araújo.

       Acesse o Instagram de Juliana Oliveira clicando aqui.